Jump In

Xbox 360 - Jump InExiste balada com videogame de última geração? É raro, mas existe. Rolou uma ontem, na verdade. Eu estou falando da agitada festa de lançamento do Xbox 360 no Brasil, conduzida pelo simpático sr. Milton Beck e frequentada pela nata da sociedade artística (:P). E por falar em Milton, Beck, coitado de homem, cara. Finalmente, agora talvez ele tenha sossego das infinitas perguntas sobre esse bendito lançamento. Talvez.

E que lançamento, hein? Kit exclusivo exibindo a bandeira nacional na caixa, jogos localizados (alguns até com legendas e dublagens), assistência técnica e garantia (acabou o medo das 3 luzes vermelhas!)… uma beleza. Pelo menos até falarmos do preço. Todos vocês já devem ter lido e visto os detalhes da coisa toda, então vamos direto ao ponto que eu realmente quero falar.

Três mil reais não é exatamente o preço ideal que todos queríamos (como podemos comprovar através de simples observações da vida real digital virtual), mas ai de você se falar que “por esse preço, era melhor nem ter sido lançado”. Esse anúncio, seja ele agradável ou não do ponto de vista da sua conta bancária, é muito mais do que o simples fato de termos um videogame com caixa em português. É o primeiro metro asfaltado de uma longa (e quem sabe próspera) estrada que levará o Brasil até o ponto final: o dia em que não seremos “terra de ninguém”, uma piada no mapa do entretenimento eletrônico mundial. Porque é exatamente isso que ainda somos. Um país do tamanho de tamanho comparável a Canadá e China, mas que recebe a mesma atenção de empresas como a Sony (e outras gigantes dos games e da eletrônica) do que recebe um país como o Somália, o Congo ou a Nova Zelândia. Não, eu acho que a Nova Zelândia recebe mais atenção, até.

OK, me empolguei um pouco na “revolta”. Mas essa é uma boa hora pra colocar essa revolta para fora, porque estamos, como eu disse, com a faca e o queijo na mão para mudar esse cenário. A Microsoft fez e vai continuar fazendo a parte dela (por sinal, muito bem feita, na minha opinião), agora falta a gente fazer a nossa. Se pudermos, compremos o Xbox nacional. Se não pudermos, divulguemos. Comemoremos, fiquemos felizes e espalhemos essa boa notícia. E quando virmos o comercial na TV, vamos falar para quem quer que esteja na sala: “Isso é uma conquista para os gamers brasileiros”. Tenhamos na consciência que foi um longo tempo de espera até alguém nos estender a mão. Agora é nosso dever agarrar essa oportunidade. Só quem pode tornar esse lançamento um fracasso ou um sucesso agora somos nós. Pense nisso.

E não, ninguém me pagou pra escrever tudo isso. Só achei que era minha obrigação.

PS.: Gears of War é animal. Joguei até cair os dedos.

4 Responses to “Jump In”


  1. 1 nakagawa sábado, 11/11/2006 às 12:20 am

    segunda saiu uma matéria ótima no estadão (link) sobre o mercado de games no México, onde os impostos sobre os games são baixíssimos (não lembro exatamente o que a matéria dizia, mas era super boa). Aqui vai o link pra matéria principal : http://www.estado.com.br/suplementos/info/2006/11/06/info-1.93.8.20061106.45.1.xml

    Pena que não tô encontrando o jornal em si aqui… Devem ter jogado fora. Podiam baixar os impostos aqui também!

  2. 2 Fabio Bracht sábado, 11/11/2006 às 11:04 am

    Naka: podiam, e provavelmente irão. Eu acredito que seja questão de tempo. Só não sei quanto tempo.

  3. 3 Rodrigo Budrush terça-feira, 14/11/2006 às 5:08 pm

    Aí, Fábio! Belê?
    De vez em quando sempre dou uma passadinha aqui no seu blog, porque eu também adoro os 16-bit. Recentemente, inaugurei o meu blog. Esta semana, escrevi sobre os consoles de nova geração no post “Diversão de Luxo”. Você está convidado a fazer uma visitinha ao Blog do Budrush e a deixar o seu comentário. Abraço e sucessos!😀

    BUDRUSH!!!

  4. 4 schattenz domingo, 19/11/2006 às 3:16 am

    aee, te peguei mudando o layout né! Espero que fique legal, []´s


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Fabio Bracht's Facebook profile

Meus Outros Blogs

Add to Technorati Favorites



Browse Happy logo


%d blogueiros gostam disto: