Elogiando uma ótima resenha…

happyfeet.jpgEsse post é uma exceção que teve de ser concedida. É uma exceção porque não tem praticamente nada ver com games; e teve de ser concedida porque eu simplesmente paguei um pau tremendo para essa resenha.

Eu sou (ou gosto de pensar que sou, ou ainda serei) um jornalista, e, enquanto os jornalistas “de jornal” gastam a maior parte do tempo apenas relatando fatos, os jornalistas da minha área — entretenimento — se ocupam em dar opiniões. O tijolo básico que constrói a carreira de um jornalista dessa área é a opinião, e o cimento que envolve esse tijolo é a resenha (muito conhecida na área de games como review).

OK, péssima comparação. Ignorem.

O que eu quero dizer é que não adianta o cara saber tudo sobre aquilo sobre o qual ele vai escrever. O que ele tem que saber é escrever. É por isso que cineastas não escrevem resenhas de filmes, guitarristas não escrevem resenhas de shows e técnicos de áudio não escrevem resenhas de CDs. Porque eles são cienastas, guitarristas e técnicos de áudio, não jornalistas. E toda essa enrolação é porque eu simplesmente faço questão que vocês leiam a resenha que o meu colega apelidado de Fanboy escreveu para a animação Happy Feet no indispensável site A Arca. Clica aí e vai ler, sério.

Eu sempre sempre gostei — e muito — d’A Arca. Salvo pelas eventuais resenhas que o Yabu publica no Omelete, A Arca é o único lugar onde eu leio resenhas de cinema. E quando leio em outros lugares, as únicas que eu levo a sério são as d’A Arca. Por quê? Sei lá. Confiança? Afinidade de opiniões? Identificação com a forma deles escreverem? Apego emocional à enquete que ficou vários meses na página inicial? Provavelmente tudo isso e mais um pouco.

Quem me conhece, sabe que eu faço questão de elogiar o que (ou quem) merece. Quem não me conhecia, agora conhece mais isso sobre mim.

Mas só o fato de eu gostar do site não é motivo pra fazer um post especialmente pra elogiar uma resenha de algo que nem é jogo, num blog de games, certo? Certíssimo. A questão-chave da coisa toda é que a resenha é foda. Tecnicamente, o Fanboy falou sobre tudo que valia a pena ser dito (na opinião dele, claro, que é o que importa no texto). Falou mais sobre o que achou que era mais importante e falou menos sobre o que achou que não importava tanto. Não errou o português nenhuma vez, usou todas as palavras corretamente, aplicou senso de humor, envolveu o leitor… Mas peraí, Fabio, tu tá elogiando o cara só porque ele fez o feijão-com-arroz certinho?

Não, eu tô elogiando porque nunca, em toda a minha vida de leitor, eu li um texto que realmente me motivou a fazer alguma coisa. Eu já li muitas resenhas de jogos que me fizeram ficar com vontade de jogar o tal jogo, já li muitas resenhas de CDs que me deixaram com vontade de ouvir o dito cujo e também já li muitas resenhas de cinema que me despertaram interesse no filme. Mas só isso. Depois de ler a resenha do Happy Feet, eu (simplificando a coisa) simplesmente saí correndo de onde eu estava, peguei um ônibus e fui ver o filme. Sem pensar duas vezes. E, sem dúvida alguma, o filme me surpreendeu, assim como o Fanboy havia garantido que iria me surpreender. Foi um dinheiro e um tempo muitíssimo bem gasto, graças a um texto muitíssimo bem escrito. Só por conta disso, eu fiz esse post.

Ah, o filme? Caralho, é muito bom. Muito mesmo, assista. Não é uma animaçãozinha de bichinhos qualquer, tipo Madagascar. É forte.

E, Fanboy, eu não te conheço, mas… toca aqui, cara. Tu é foda!

– – –

Como nem tudo nesse mundo é bacana, no mesmo dia em que li essa resenha muito feliz do Happy Feet, eu também li uma resenha medonha, essa sobre games. No post que vem, um recado para a pessoa que escreveu. Segunda-feira sem falta, me aguardem.
a

6 Responses to “Elogiando uma ótima resenha…”


  1. 1 Bruno Alexander Zerbinatti sábado, 02/12/2006 às 10:10 pm

    O texto está bom mesmo. Me fez vontade de ir ao cinema assistir ao filme, ainda mais quando me deparei com suas peças publicitárias realmente… bobas e infantis.

    O texto instigou minha curiosidade, espero que eu me surpreenda também.

    Mas ainda sobre textos e análises, e voltando aos jogos, acho que o que falta nesse meio é algo até diferente de análises pessoais, quase como um blog. Isso já temos ao monte. Falta o profissionalismo de um típico “crítico de games”, como existe o crítico de cinema, crítico de arte… Fica um texto um tanto quanto chato, mas direto e impecável.

    Bla bla bla, no final das contas cada jogo merece seu tipo de texto.

  2. 2 Carlos Rod sábado, 02/12/2006 às 11:34 pm

    Putz, eu tinha me deparado com as fotos desse filme por aí e também nem tinha dado bola! Não sabia que seria tão diferente assim! Assistirei assim que puder, valeu mesmo pela dica dessa ótima resenha!

  3. 3 Érika segunda-feira, 04/12/2006 às 4:26 pm

    Realmente, essa resenha da Arca deixa a gente super curiosa pra ver o filme.

    Happy Feet é muito bom! E fofo! E meigo! E surpreendente!

    :***

  4. 4 Caralho terça-feira, 15/04/2008 às 12:18 pm

    isso ta uma bosta seu miseravél

  5. 5 VERIDIANA quarta-feira, 15/04/2009 às 6:45 pm

    CADEE A RESENHA?? EU FUI CLICAR NO LINK ALI, E NAO APARECEU SITE NENHUM… !!


  1. 1 …e malhando uma resenha terrível « 16-BIT Trackback em segunda-feira, 04/12/2006 às 10:31 pm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Fabio Bracht's Facebook profile

Meus Outros Blogs

Add to Technorati Favorites



Browse Happy logo


%d blogueiros gostam disto: