ICO: Que motivos eu teria para tirar um ponto?

box_ico.jpgQue jogão que é esse tal de ICO, vou te contar. Se você tem um PS2, é seu dever jogar esse jogo. Ainda mais se você curtiu Shadow of the Colossus.

Muita gente vem com aquele papo de que o SotC é “sucessor espiritual” de ICO, e eu não discordo. Mas acho ainda mais ilustrativo dizer que ambos são jogos diferentes, que compartilham da mesma alma. Mesmo com quatro anos de diferença entre seus lançamentos (ICO é de 2001), eu não arriscaria dizer que um é melhor que o outro. São jogos que trabalham em cima da simplicidade, do silêncio, da contemplação. Daquele tal conceito que anda tão em moda ultimamente e diz que “menos é mais”. Não há nenhuma barra, nenhum indicador na tela. Em SotC existem poucos, mas em ICO não há nenhum, em momento algum. Tudo que o personagem usa durante o jogo todo é um pedaço de pau (que eventualmente poderá ser substituído por uma espadinha chinfrin ou — dizem — por uma maça mais poderosa) e, claro, suas incríveis habilidades atléticas para pular sobre vãos de vários metros de comprimento.

ico1.jpg

E a história (assim como em SotC) também segue este conceito. Você começa o jogo sem saber de nada. Tudo que a animação de abertura revela é que você é uma das “crianças com chifres” que nascem a cada X anos e que trazem má sorte. Aí tem um bando de velhos te levando para algum lugar — uma espécie de templo gigantesco — e te deixam lá, preso dentro de uma espécie de “ovo de pedra”, onde cabe uma criança inteira. Esse tal “ovo” fica numa prateleira também gigantesca, ao lado de muitos outros ovos iguais (“Será que estão cheios?”). Aí algo acontece e você consegue escapar da solitária. Caminhando pelo tal tempo, você acha uma jaula com uma menina presa em seu interior. Logo você consegue libertá-la, mas apenas para descobrir que 1) ela não fala a sua língua, 2) ela é totalmente dependente de você para subir em qualquer plataforma minimamente alta e, como se não bastasse, 3) criaturas das sombras aparecem regularmente para tentar recapturá-la. Essa história dá a deixa para dois aspectos do jogo que fazem de ICO um dos melhores games que já joguei no meu PS2: o “templo gigantesco” e a “menina dependente”.

Templo Gigantesco
O design de fases de ICO é simplesmente genial. A câmera é perfeita e se movimenta de modo que você consegue visualizar os ambientes em toda a sua extensão e magnitude. E aí vem a melhor parte: se você vê um lugar, por mais longínquo que ele pareça estar, pode ter 95% de certeza que você ainda vai passar por lá. A fortaleza/castelo/templo/ilha em que você se encontra é um lugar perfeitamente arquitetado, com todos os ambientes lindamente conectados e instrinsecamente interrelacionados (juro que eu não tenho certeza do significado dessa última expressão, mas o propósito era mesmo apenas impressionar). Eu tenho certeza que a minha explicação não faz justiça à coisa real, mas basta dizer que a verdade é que você tem a clara impressão de que não está indo de um ambiente a outro, mas de um ponto a outro de um mesmo ambiente. Completo. Amplo. 100% explorável. Lindo. Sem contar que, tirando as partes em que os bad guys vêm atrás da menina, toda a trilha sonora do jogo é substituída por fortes ruídos de água caindo, fogo crepitando, pássaros cantando e vento zunindo por entre as vigas e colunas ao seu redor. Imersão total, I tell you that.

ico2.jpg

Menina Dependente
E a tal “menina dependente” funciona como uma espécie de contraponto a toda essa vastidão de ambientes. Afinal, de que adianta você conseguir sair por aí saltando, correndo e escalando como um praticante de Parkour, se a menina pode ser atacada pelas tais criaturas das sombras a qualquer momento, enquanto você está de costas, ou pior, longe dela? E também não adianta de nada ter certeza do caminho a seguir se você não conseguir fazer com que a menina chegue até esse ponto. Os próprios Save Points, no formato de sofás de dois lugares, são inúteis se você chegar até eles sozinho. A graça é que muitas vezes os meios pelos quais você avança são muito diferentes dos meios pelos quais ela vai avançar. Você vai ter que derrubar pontes, acionar mecanismos, queimar objetos e usar muito a massa cinzenta para conseguir trazer a fulana para onde você precisa que ela esteja. E isso é viciante e desafiador como poucas coisas que eu já experimentei.

ico3.jpg

Só por esses dois aspectos de jogabilidade, somados aos gráficos que mesmo hoje, seis anos depois, passam muito longe de fazer feio, eu daria para esse jogo uma nota altíssima. Na verdade, eu tenho uma séria dificuldade em dar notas para jogos nos meus reviews. Eu tendo a dar notas altas. Porque eu tenho um padrão de raciocínio estranho: eu parto do princípio que todo jogo merece um 10, aí então eu jogo ele à procura de motivos para tirar pontos da nota… ou para justificar o 10. Em casos como o daquela porcaria do Crash Bandicoot que saiu para o DS e eu fiz um Nano Review para uma das últimas EGM, os motivos para tirar notas desse 10 eram tantos que o desgraçado acabou levando 1.5, isso porque eu tava num dia bom.

Tirando Nota
Em ICO é bem difícil achar motivos para tirar qualquer pedacinho desse 10. Todos me diziam que o jogo era curto demais, eu não achei. No entanto, se você tem todo o tempo livre do mundo e joga várias horas por dia, não vai levar mais do que dois ou três dias para terminar. Cabe a você decidir se isso é um jogo curto demais ou não. Quanto aos gráficos, eu não tenho absolutamente nenhuma reclamação. Eles são simplesmente tudo que precisam ser e conseguem nos mostrar o mundo do jogo de maneira espetacular, inclusive nos impressionando de vez em quando, como nos momentos em que você olha para o sol. Ainda mais se contarmos que o jogo é de 2001. A jogabilidade também não apresenta nenhum defeito digno de nota. Claro, nada é perfeito, mas as poucas falhas que eu notei nem foram realmente chatas. Pelo contrário, elas mais parecem limitações propositais do jogo. E um jogo como esse é 100% sobre as limitações do seu personagem, o que ele consegue e o que ele não consegue fazer. Logo, nenhum problema. O som tem um páreo duro se for competir nessa categoria, mas talvez possa ser considerado o melhor aspecto do game. A falta de música e o cuidado que não foi dispensado aos efeitos sonoros proporcionam uma imersão fudida com o jogo. Você só vai saber jogando, de preferência em um ambiente silencioso. A inteligência artificial que controla a menina seria a principal causa de reclamação, afinal, ela é uma porta, de tão burra e lerda. Demora anos para vir até você quando você chama, não consegue nem subir em cordas e correntes, faz questão de não fugir dos inimigos quando eles vêm pegá-la… enfim, não ajuda em nada e atrapalha no que consegue. Isso é realmente um porre. Mas vamos pensar: se ela fosse espertíssima e corresse igual a uma condenada sempre que os inimigos aparecessem, onde estaria a dificuldade? Não haveria a tensão de salvar a menina, porque ela poderia cuidar de si mesma. A menos que os inimigos fossem maiores, mais rápidos e mais fortes. Mas aí, a menos que o garotinho também fosse maior, mais rápido e mais forte, você não conseguiria derrotá-los. E se o garotinho fosse maior, mais rápido e mais forte, o jogo perderia toda a graça. Mesma história nos puzzles. O fato da menina ser uma tapada completa faz com que você tenha que, literalmente, fazer tudo. E ainda voltar depois e pegar ela pela mão, porque senão é capaz dela nem perceber que você fez alguma coisa. Isso realmente joga a responsabilidade nas suas costas. “Eu libertei essa peso-morto, agora eu não posso deixar ela aqui pra morrer. Senão eu vou ser igual ao povo que me largou aqui. É minha responsabilidade”. Ela é chata, mas é a cereja no bolo do jogo. Indispensável, e não podia ser de outra maneira.

O único motivo para não dar 10 para esse jogo seria o inevitável fator de comparação. Com o próprio Shadow of The Colossus, por exemplo. ICO não é melhor que SotC. Muito menos nas partes “técnicas”, como gráficos e física. Logo, se eu fosse dar 10 para os gráficos de Shadow of the Colossus, não poderia dar 10 para o mesmo aspecto de ICO, já que eles são tecnicamente inferiores. Mas isso é justo? Eu não acho. Eu acho que os gráficos de ICO não necessitam de melhorias em ponto nenhum. Assim como o jogo inteiro, de maneira geral. Sendo assim, diabos, vou ter que dar um 10.

Dez, então. Merecido.

Ico

60 Responses to “ICO: Que motivos eu teria para tirar um ponto?”


  1. 1 Fabão quinta-feira, 18/01/2007 às 7:03 pm

    Parabéns pela análise muito bem argumentada. Ressalto uma capacidade que você tem que aprecio muito num crítico: compreender decisões de design. Não me conformo quando vejo gente reclamando dos 15 frames por segundo de Shadow of the Colossus ou das músicas MIDI, em vez de orquestradas, de The Legend of Zelda: Twilight Princess. No processo de criação de um jogo, os designers devem enfrentar vários dilemas, devem fazer algumas concessões, e isso não deve ser nada fácil. Em SotC, por exemplo, não seria possível, com o poder de processamento do PS2, tem um mundo vasto, com campo de visão abrangente, modelos poligonais colossais detalhados, iluminação HDR e física avançada MAIS taxa de frames por segundo alta. O que era mais importante para o jogo? Dane-sem os fps! Em Zelda: ou você tem música orquestrada, de alta qualidade, ou você tem músicas interativas, dinâmicas, que reagem às suas ações no jogo. Então, acho que as músicas MIDI fizeram bem a Twilight Princess, e a qualidade das composições pra mim importam mais do que a qualidade do output, assim como a direção de arte de SotC vale mais do que a taxa de animação.
    Vejo que você segue o mesmo raciocínio ao discorrer sobre a jogabilidade de ICO, clássico que ainda vou jogar mais…

    Abraços!

    • 2 Ops! domingo, 26/02/2012 às 6:50 pm

      Eu sinceramente, não vejo motivo para não dar um 10 para a parte sonora de Twilight Princess. AH, é em formato MIDI? Foda-se, preocupe-se em aproveitar. É até hoje um jogo que me diverte em simplesmente caminha pelo cenário.

  2. 3 Fabão quinta-feira, 18/01/2007 às 7:04 pm

    Corrigindo: Danem-se… Isso que dá apertar “Enviar” antes de ler!😛

  3. 4 Fabio Bracht quinta-feira, 18/01/2007 às 9:00 pm

    Puxa, Fabão. Não sei se tu imagina a honra que é receber um elogio desses de um cara como tu, que eu e todo mundo que eu conheço admiramos tanto. Valeu mesmo!

    Relendo o texto eu achei vários errinhos e várias partes que poderia melhorar, e assim o fiz. Agora tá 100%!😛

    Abração!

  4. 5 Gilberto Tensai quinta-feira, 18/01/2007 às 11:56 pm

    Nossa , bem legal a analise
    Comecei a jogar e não terminei,mas assim que sobrer um tempo eu volto, eita jogo bom . rs

  5. 6 Carlos Rod sexta-feira, 19/01/2007 às 12:54 am

    Isso é que é review, assino embaixo. Até hoje eu só joguei meia hora de ICO na casa de um amigo, mas foi o suficiente para me conquistar. Já SotC, pelamordedeus… pra mim é o melhor do PS2. E pode ser puro papo de fanboy, mas tô pouco ligando pros frames ou sei lá mais o quê que possa ter de “ruim” naquele jogo… tudo que eu experimentei ali foi perfeito, inesquecível, e merecedor de um 10. Espero conseguir um exemplar de ICO logo para comprovar se ele também merece. Mas sinceramente, nem preciso. Pelo pouco que joguei, e pelo que conheci em SotC, confio nessa sua nota de olhos fechados!😛

    Abraço! (obs.: aparece mais pra gente papear aê!)

  6. 7 Bicho do Mato sexta-feira, 19/01/2007 às 9:03 am

    Grandes textos para grandes games!!
    Curto jogos com pluzzes.
    Um detalhe que gosto e muito em ICO é a capa do game. Uma obra de arte.

  7. 8 Fabio Bracht sexta-feira, 19/01/2007 às 11:12 am

    Um detalhe que eu deixei passar na análise (porque, afinal, não diz respeito ao jogo em si) é que a capa da versão americana do jogo é diferente da capa das versões européia e japonesa. A que eu utilizei no post não é a americana, porque ela não é essa obra de arte que vocês acabaram de ver. A arte dessa capa foi desenhada pelo próprio Fumito Ueda, em homenagem a um pintor surrealista conhecido como Chirico.

    E o pior é que a diferença entre a versão americana e as das outras regiões não fica só na capa. Segundo a Wikipedia, a versão americana teve que ser finalizada às pressas para cumprir algum prazo, e vários “detalhes” foram cortados, como a possibilidade de um segundo jogador controlar a menina (o que eu acho desnecessário, pra não dizer estúpido — vide o texto), um modo para jogar o jogo todo usando um modo de câmera mais cinemático (o que eu acho que seria no mínimo bem interessante) e o que mais fez falta: traduções para algumas legendas indecifráveis da língua da menina, que aparecem apenas como runas. Isso entre outras pequenices. Mas vocês bem sabem que, num caso como esse, não há pequenice pequena demais a ponto da gente não sentir vontade de ter também. Logo, fiquei com vontade de jogar a versão européia. Mas, mesmo assim, continua um jogão.

    Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Ico#Regional_variations

    • 9 Ops! domingo, 26/02/2012 às 7:07 pm

      Na versão européia a inteligência artificial de Yorda também era maior, em alguns momentos ela até aponta para alguns lugares ou tenta chamar sua atenção para tentar resolver um puzzle. Foram excluidas também algumas armas, possiveis de conseguir num segundo jogo, e um easter egg do encerramento.

  8. 10 juliano sexta-feira, 19/01/2007 às 12:28 pm

    eu ainda nao terminei ….perdi paiencia com aquela tapada daquela menina …mulher so serve pra atrapahar mesmo
    e nesse jogo ela consegue atrapalhar

    mas o jogo em si é mesmo magnifico e muito original
    o fato de vc estar desprotegido e ainda dar uma de heroi pra salvar uma tapada funciona muito bem mesmo sem a lerda te ajudar
    ralmente vale a nota

  9. 11 Érika sexta-feira, 19/01/2007 às 4:56 pm

    Ó só, se tivesse como controlar a menina eu até podia jogar com você! Seria compativel com minha habilidade gamística! uahuauahuhauhuah

    :***

  10. 12 Leonardo sexta-feira, 19/01/2007 às 5:18 pm

    Muito legal seu review Fabio, comecei a ler o seu blog a uns dois meses e espero com ansiosidade novos posts. Infelizmente não joguei ICO (e provavelmente não vou jogar, já que sou um ET que pulou direto do Mega Drive pro X-Box), mas fiquei com muita vontade.

  11. 13 Gil "Outer Heaven" sexta-feira, 19/01/2007 às 10:08 pm

    E ae Fabinho, tô cada vez mais pegando gosto pela leitura aqui (todo dia dô uma passada aqui em busca de novidades), e parabéns. ^_^d O jogo é muito bacana e rende muito raciocínio e “anti-lógica” que quebra o apadrão de caminhos lineares tão comuns hoje. Gráfico bonito? É bem vindo quando todo o resto do jogo funciona e faz bem à diversão, seja casual, hardcore ou mental. E ICO tira isso de letra, sem fazer alarde como muito outro jogos visualmente fodões e de jogabilidade limitada. AH, posso contar o “final” do jogo!? ^_^’ uahaha melhor não, vai que alguém me capota num ponto de busão por vingança uahaha. Abraço, see ya

  12. 14 Gil "Outer Heaven" sexta-feira, 19/01/2007 às 10:10 pm

    Ah, outro detalhe…. seria legal de as revistas comportassem virtualmente uma quantidade monstruosa de texto para poder explicar todo um conceito por trás dos games analisados em reviews…^^’ acho que assim muita gente com tendência ISTA veria o game pelo lado da diversão / desafio / entretenimento inteligente / arte etc.

  13. 15 Lucas Patricio domingo, 21/01/2007 às 8:55 pm

    Opa, e ai Fabio

    Cara, gostei desse teu texto, ficou bem bacana, até porque sempre ouvi falar de ICO mas nunca tinha lido um Review dele, bem bacana mesmo =)

    Viu, crei um blog (eeee lol) aqui no wordpress, quando puder da uma olhada lá e me ensina a fazer aquelas abas de topo uAHUhauH
    Ah, te adicionei nos favoritos lá😉

    abraços!

  14. 16 Lucas Patricio segunda-feira, 22/01/2007 às 7:39 pm

    Fabio tu É O CARA!
    Hehehe, valeu MESMO pela força e pelos comentarios lá no blog, vou seguir seu consoelho e vou criar um: endruxuro.wordpress.com para fazer alguns testes.

    E eu to adicionando aos poucos os blogs, eu naum coloquei outros da gametv ainda por causa de tempo e tudo mais, hehe.

    Um grande abraço e visite sempre que puder😉

  15. 17 Renato quarta-feira, 24/01/2007 às 6:44 pm

    Fantásticos. Teu header, o post e ICO!

  16. 18 Cerpin Taxt sexta-feira, 02/02/2007 às 5:16 pm

    Nunca vi um ICO com essa capa?!!

  17. 19 Fabio Bracht sexta-feira, 02/02/2007 às 5:30 pm

    Cerpin, leia os comentários anteriores ao seu. Essa questão está explicada neles.

  18. 20 Cerpin Taxt sábado, 03/02/2007 às 8:21 pm

    Oi,o shadow of the colossus tbm tem alguma diferença entre a versao japa,europeia e americana?

  19. 21 menino.Guaiaqui terça-feira, 29/05/2007 às 9:05 am

    Vou te dizer cara: Vou fazer um review sobre a sua forma de fazer review – tirando lasquinhas do DEZ.De repente você (me)concede uma entrevista – algo p’ra mim saber um pouquinho mais além do que você já disse, quando reviewAVA o ICO.

    Estou com alguma obstinação e muito pouca – ou pior, nenhuma – humildade, pesquisando sobre essa tão famigerada “arte” de dar estrelinhas para os games.

    |Se quiser a gente conversa, quando sobrar tempo; coisa por fim que a gente tem que fazer todo tempo: fazer o “tempo” que falta acontecer.|

    Se eu também me tornar milionário por isso te cont(rat)o, para a gente conversar sobre as futilidades dos “ex-cêntricos”.

    Estou lendo os posts do Blog e tenho gostado muito.

  20. 22 Sérgio - Ace terça-feira, 29/05/2007 às 8:26 pm

    Olá, gostei da nota 10.

    Eu tenho um CD do ICO faz muito tempo atrás, acho que desde 2003 ou começo de 2004, meu console é japones, na época que comprei, tinho vários jogos e deixei ICO pra trás (que merda hehe), quando fui jogar ICO, o CD tava com defeito, umas manchas e larguei mão de vez do jogo. Semana passada resolvi puxar o jogo pela internet e joga-lo. Meus Deus, já joguei muito jogo na minha vida (tenho 29 anos), mas ICO foi ‘foda’. Um filme.. aquele final, lindo, bem escrito, todos os adjetivos maravilhosos par ao jogo. Pensando hj, vejo de quem a série God of War (1-2) se inspirou, pelo menos na cinematografia. Foram seis horas e meia até o final do jogo, com gostinho de quero mais. Como eu queria uma segunda versão!! Que portencial desse jogo, numa simples mídia de CD-R.
    Como não tem ICO-2, estou começando a jogar Shadown of the Colossus, que lembra muito ICO, mas já tenho minhas criticas para ShaotC, [1] muito ruim a câmera do jogo.. me deixa mais preocupado com a câmera pra tentar focar em algo do que curtir o jogo. [2] A menina do SHAOTC parece ser a mesma do ICO só que um pouco mais madura e o rapaz devia ser o próprio menino do ICO só que mais velho.. ficaria sensacional, tirando a câmera.

    Valeu fera!

  21. 23 Bruno Valladao (sid) quarta-feira, 25/07/2007 às 9:02 pm

    Cara se ta de parabens!!!!
    isso sim é fazer os outros serem “conquistados” pelo jogo

    Nunca tinha ouvido falar em ICO, agora com esse review, vo compra o meu o mais rapido que eu puder
    😀

  22. 24 ntm segunda-feira, 06/08/2007 às 12:26 pm

    E aí rapazeada… Alguém sabe com eu faço para sair ?
    O portão principal fechou e não consigo des cobrir o que tenho que fazer?

  23. 25 jirede quarta-feira, 12/09/2007 às 4:42 pm

    Por favor!!!
    bem, Tem um carrinho de trilho, subo nele, dpois na levo a garota até a jaula, subo na jaula e vou p um lugar q tem uma ponte suspensa.
    Dpois dai nao sei poha nenhuma…
    Tem uma caixa do lado de fora + nao sei o q fazer e a menina nao desce a corrente do lado direito p poder abrir o portal abaixo da corrente(onde tem um pedaço do piso quebrado).
    Help-me
    Ico eh + dificil do que encontrar o 1º colosso em SOTC sem dica de ninguem. A gnt tem q da uma de Laura croft. =]

  24. 26 francisco domingo, 30/09/2007 às 11:48 pm

    Ow vcs sabem se o ico tem versões diferentes?
    pq eu to na perte la depois do waterfall, q tem q se dependurar nus canos, mas todos os detonados q eu li fala pra ir andando nos canos até chegar na porta do outro lado, o problema é no meu jogo os canos estão quebrados, e tem uma maquina q te empurra pra cima, na parte q tem a porta, mas ta ai o problema a maquina naum joga o ico pra cima o suficiente, e pelos canos naum da pra chegar pq ta quebrado…
    se alguem souber me como passar essa parte me fala por email.
    fran_ungaro@hotmail.com
    a nessa sala tem uma porta escondida, mas q só aparece um vaso grande, e naum da pra fazer nada com ele…

  25. 27 Pâm segunda-feira, 01/10/2007 às 2:20 pm

    Oi…
    comecei a jogar ontem e estou meio perdida no game…mais uma vontade intensa de salvar lerda da minina toma contade mim hauahau
    se alguem puder me dar umas dicas de orientaçao eu agradeço…
    eu parei num sofa apos akele guindaste q agnt usa pra ajudar a minina pq ela nao sabe andar nas cordas ou sera madeiras da parede…
    estou amando o game mto bom mesmoo ..!!!
    bjos

  26. 28 Pâm segunda-feira, 01/10/2007 às 2:21 pm

    se alguem puder me dar algumas dicas me add no msn ficarei mto grata

    pam_0406@hotmail.com

  27. 29 lucy sexta-feira, 05/10/2007 às 10:52 pm

    tenho o meu ps2 slim e tenho esse jogo mas é junto a uma classificação de jogos chamado undergroud vc deve conhcer bye!!!!!!

  28. 30 Ronaldo Sabin segunda-feira, 31/12/2007 às 11:41 am

    Na versão americana do ICO, a parte da Waterfall é diferente da outra versão.
    – Na primeira versão, que é a encontrada nos detonados, tem que sair se pendurando pelos canos até uma janela.
    – Na outra versão, deve-se ligar o equipamento que paraca com uma catapulta e subir nele. Então tem que pular bem no momento certo para alcançar a janela.
    Obs: Nesta sala está escondida a arma mais forte do jogo.

  29. 31 aaasfraned quarta-feira, 30/01/2008 às 6:57 pm

    é ridiculo comparar sotc e ico tecnicamente. um saiu no final da vida útil do ps2 e outro foi feito logo no inicio. ninguem nem sabia usar direito a parafernalha. se a comparação é necessaria, ico é bem superior.

  30. 32 alexandre quarta-feira, 12/03/2008 às 5:39 pm

    quem pode me ajudar a pasar da fase do ico waterfall.

    mande email. alexandrecomercio@yahoo.com.br

  31. 33 Alexandre Tardelli segunda-feira, 31/03/2008 às 11:55 pm

    Pô “Ronaldo Sabin”, valeu mesmo!!! Vc me salvou, eu só achei detonado do jogo que não era igual ao meu e tava agarrado na fase “Waterfall”, na parte dos canos… Com certeza outras pessoas terão essa mesma dificuldade… Na máquina que joga o ICO pra cima, o pulo tem que ser dado no momento exato… tive que tentar várias vezes, mas acabei conseguindo… Quem tiver dificuldade nessa fase é só seguir o detonado que tem em vários sites da web, observando essa dica acima caso seu jogo seja americano… Valeu!

  32. 34 Mitiko terça-feira, 15/07/2008 às 3:58 pm

    heey, alguem me ajudaa?
    na parte em que tem uma queda d’agua e q tem q jogar uma caixa nela
    oq q eu faço depois disso??
    nos videos q eu vejo no youtube tem uma escada pra subir e girar a malivera q para a agua, mas no meu jogo a escada ta mto alta e nom da pra subir..deve ser outra versao.O meu eh a versao q teem a makina q joga o ico pra cima
    por favor, oq eu faço?

  33. 35 Mitiko segunda-feira, 28/07/2008 às 11:45 pm


    nao precisa mais
    ja passei

  34. 36 ivan sexta-feira, 05/09/2008 às 10:27 am

    eae fabio legal sua analise(adorei)eu tenho um ps2 aqui em casa e tenho esse jogão”ico”e ja ate zerei com muita di ficuldade mas zerei,pra falar a verdade so comprei meu ps2 por causa desse jogo valeu fabio abraços

  35. 37 Daniel sexta-feira, 12/12/2008 às 11:35 pm

    Valeu ai pela dica…não sei qm disse alguma coisa de jogar de 2 um com o ico e outro com a yorda…meu primo falou disso uma vez quando me viu jogando…bem q seria legal dar pra jogar de 1 ou de 2…

  36. 38 Daniel sábado, 13/12/2008 às 4:48 pm

    Hj serei o game…muito bom…e também uma coisa que percebi em um detonado “video” é que na rainha quando ela solta o poder tem duas torres…no detonado o cara fika atrás pega a espada e vai indo só que tem um problema…na última batida a espada vai muito longe das torres que vc se protege e fika dificil você chegar até la a tempo de pegar a espada…e consegui puxar a torre para trás isso ajuda…

    alguém sabe alguma coisa do proximo jogo q vai sai?

  37. 39 Daniel sábado, 13/12/2008 às 4:49 pm

    alguém também sabe onde eu pego a versão japonessa?…eu nunca vi!

  38. 40 Vini-kun segunda-feira, 17/08/2009 às 11:33 pm

    Nossa , adorei Ico . Pra mim foi o melhor da Ps2 , junto com o Sotc =^.^=.
    O jogo foi realmente inovador , com pouquissimos erros apenas .

    Tem muita gente aí reclamando da falta de inteligencia da garota ( ela se chama “Yoruda/Yorda” pra quem nao sabe)…eu discordo , afinal isso foi algo que pensaram antes de fazer o jogo, pensa bem :

    – a garota muito provavelmente passou a vida toda dela na gaiola sem ter nenhum contato com o mundo exterior. Entao ela nao tem noçao do que é sentir medo ou alegria ou tristeza , entre outros sentimentos….ela ainda nao sabe nada…tá zerada…..e burra…

    – a corna da mae da garota tá nem aí pra ela , nem ensinou a coitada a falar direito . entao é cabivel que ela nao fale muita coisa (ela fala no jogo ?…humm….acho que ela só fala uma merdinha no filminho final ..nao me lembro , já faz um tempinho que joguei o jogo )

    – a garota está vinte mil vezes mais confusa que o garoto ou o proprio jogador ….pensa bem , ela tá quieta lá no cantinho dela curtindo a ignorancia dela e de repente chega um garotinho de 11 anos chifrudo que tira ela de lá e começa a arrastar ela pra tudo quanto é canto e fazendo-a a assistir cenas de violencia forte contra seres sombrios com luz propria na cabeça….ela tá totalmente perdida , tudo o que ela conhece é aquela gaiola e a torre em que ela está presa , mais nada !

    Pensando dessa forma é totalmente cabivel ela ter aquele padrao de comportamentos . O que que tem de mal ela explorar o local enquanto o garoto tenta descobrir alguma passagem ou resolver um enigma ? ela está apenas curiosa ; a curiosidade é algo totalmente normal pra um humano que nunca viu NADA em toda sua vida . E qual é o problema dela demorar um pouco pra se aproximar do garoto quando é chamada ? seria muito artificial se ela corresse pro garoto logo alguns milésimos de segundo após ele a ter chamado . O tempo que ela demora pra perceber que o garoto está chamando ; se virar ; olhar pra ele durante algum tempo e depois olhar pro cenário pra pensar numa possivel rota pra chegar até o muleque ; começar a andar ; mudar a velocidade da caminhada de acordo com os obstaculos do terreno ….isso foi tudo programado nos mínimos detalhes , ficou um tanto natural o comportamento dela nessas ocasioes (claro que as vezes dá uns bugs e ele começa a ir pelo caminho mais dificil o possivel e nem sempre é natural a forma que ela escala pedras como se elas nem existissem… ¬_¬ ).
    Mas tambem encontrei varios comportamentos ridiculos dos personagens enquanto eu jogava :

    – o garoto quando arrasta cubos de pedra parece que tá sambando … fora que pra arrastar um cubo de pedra de 2 toneladas ele tinha que ser o filho do super-homem , né ?

    – tá…o garoto poe a Yorda em cima do botao e ela fica parada por tempo infinito até que ele a tire de lá… lol ? porque ela só fica parada nos botoes ? quando eu largo ela num canto qualquer ele sai andando sozinha e fica olhando as pombas e subindo em pedras…as vezes ela até foge , maldita (>.<)!!!

    – as sombras parecem ter um ataque de desespero enquanto andam , conseguem dar 30 passos por segundo e nao quase nao sair do lugar …lol ?

    – Porque a mula da Yorda nao tropeça mesmo quando eu arrasto ela por cima de tanto pedregulhos e ela está descalça ? que merda , queria tanto ver ela beijando o chao…

    – o garoto pode apanhar o quanto ele quizer…ele nunca , nunca , nunca irá ficar ferido ou quebrar um osso…mas isso nao se aplica ao fato dele morrer se ele cair de um altura maior que 12 metros (um ser humano normal tem 70% de chance de quebrar um perna só de cair de 3 metros..)

    – o garoto é praticamente o spiderman , dá saltos dignos de super-mario e sobe 10 metros de corrente em 3 segundos e 75 milésimos .

    – entre outros errinhos de fisica e dinamica que se encontra ao longo do jogo …

    é isso . até mais pessoal 'w'/

  39. 41 Paulo sexta-feira, 25/09/2009 às 12:31 pm

    Gente a versao americana e uma merda entao?

    entao pq e maior??

    n tem a a mace pq tem akela catapulta no lugar q azar meu…

    fikei preso tb na parte d waterfall… horas…

  40. 42 ottocrisper segunda-feira, 15/03/2010 às 1:50 pm

    É. Cheguei aqui com o mesmo problema de muitos e não achei resposta:

    Estou com problemas para passar na fase Waterfall. Os canos onde vou andando estão quebrados, não tem como ir andando. Eu já imaginava que tinha que pular na merda daquela catapulta, mas a infeliz não ajuda. Que hora certa é essa?

    Tô vendo q o pessoal aqui jogou em 2007, 2008 e 2009, tem um tempo já. Então, se alguém ainda estiver jogando em 2010 e puder me ajudar, ficarei bastaaante agradecido. adrianocristian@gmail.com

    abraços

  41. 43 kagome onigiri - Kazumi takashi terça-feira, 16/03/2010 às 12:01 am

    tipo… a maça não é lendaria xD

    lembra da sala onde vc tem que parar a cachoeira da outra sala para contunuar o caminho?
    onde tem a “roda” na qual você deve pular para girar a valvula acima?[na versão européia]
    pois bem…
    ali na sala gigante onde tem uma maquina que você ativa em uma alavanca lá em cima proximo ao teto tem 2 escadas, da passagem de onde você veio
    uma no canto direito e outa no esquerdo,[escadarias normais, não as escadas de escalar paredes], pois bem, entre as duas tem tres “paredes” destacadas com molduras, e 2º parede, a do meio, é amarelada.

    Empurre-a
    abrirá umna passagem secreta lá tera um botão no chão, daqueles do qual você sobre com a Yorda
    Ao pisar nele surgirá algo parecido com um calice na sala, um calice de pedra.
    Fiquei meio seculo para descobrir o que fazer.

    apos fazer isso tudo vá la fora, onde tem a roda e a agua corrente e bata na arvora ao lado da alavanca que abre a porta prinipal da area, caira uma bola de pedra.
    leve essa bola e a jogue dentro do calice

    é complicadinho mas achei divertida a tarefa xD

    assim que acertar irá vir voando pela janela uma maça[sim… VOANDO… achei isos muito toscamente engraçado e non-sence xD]

    e TCHARAM!

    a arma mais forte do jogo :3

    vc “mata” com um só golpe cada sombra :3

    se estiver jogando pela 2º vez no “load game +” não virá uma maça e sim um sabre de luz… .____________.

    quando v aquilo foi a coisa mais LOL do mundo xD

    e apos equipar o sabre… de a mão para Yorda e veja a fusão da Masamune do Sephiroth com um sabre de luz xDDDDD

  42. 44 L lawliet sábado, 19/06/2010 às 9:36 pm

    Na verdade o criador disse que Ico e sussesor do Sotc e que Ico e descendente de Wander (eu acho que e neto ou bisneto).
    Tem uns lugares que se vc olhar bem da pra ver o castelo do Ico,e outra ligaçao e que se voce matar todos os colossos no Hard Time Attack, vc ganha a espada da rainha do Ico, que tira muito mais vida.
    Um lugar que da pra ver o castelo e na ponte do templo se voce olhar bem vai aparecer uns negocios azuis que parece montanhas gigantes mas na verdade e o castelo.

  43. 46 marcelo quinta-feira, 18/11/2010 às 5:50 pm

    eu to enganchado numa fase do ico por favor me ajude …tem um cata vento que fica rodando direto ja escalei ele umas mil vezes olhei tudo e tentei tudo me ajude que to quase desistindo…meu msn é esse agradeço
    praciano-marcelo@hotmail.com

  44. 48 jefferson quinta-feira, 17/03/2011 às 1:53 pm

    poxa cara….eu to jogando o jogo e ele é d+
    ico é a obra prima do ps2, amo jogo nesse estilo
    comprei o meu ps2 por causa de haunting ground
    q é bem parecido tambem resolver puzzle e fujir dos chefões
    e nas batalhas finais os chefões são destruidos por meio de puzzles
    entaum ico tem q raciocinar bastante
    fera
    to na parte do waterfall e passou pela minha cabeça usar a catapulta
    tentei inumeras veez
    entaum é lá mesmo
    vo tentar a noite toda
    uma hora eu consigo
    é meu objetivo zerar ico
    quem souber de um jogo no mesmo estilo haunting ground e ico
    manda ai p meu email o nome
    jeffersongg01@hotmail.com
    a procura de clock tower 3 se alguem sabe de um site q bx a versão pc gratis
    manda tambem
    abrass

  45. 49 Marx sexta-feira, 25/03/2011 às 12:16 am

    Alguem ai pode me informar onde encontro a versão européiapara comprar? Quero muito essa versão.

  46. 50 angelo terça-feira, 27/12/2011 às 9:10 pm

    como é que solta a menina da gaiola???????

  47. 51 Kazumi Takashi segunda-feira, 30/04/2012 às 8:05 pm

    L o que você falou não foi nada de mais xD
    Algo obvio que creio que qualquer fã da serie já saiba😡

    ICO é da 50º geração de descendentes do Wander ._.
    E o que quebrou a maldição que levava seus antepassados . . .

    Well mas nada disso é importante, e sim descobrir o segredo do jogo xD
    Que já foi dito não ser nada disso . . .

    Meu ego inchou bastante quando Fumito Ueda me respondeu diretamente no Twitter dizendo que minha teoria era interessante (enviei pra ele) xD

  48. 52 Anônimo sexta-feira, 13/07/2012 às 11:51 pm

    Was pleasantly surprised at quality of cover for S3 phone, especially for the price!What an ideal web site.phone cover.

  49. 53 glauber sexta-feira, 09/11/2012 às 12:15 am

    vire o ico em 4:34 hr

  50. 54 Gabriela sábado, 12/01/2013 às 11:36 am

    Adorei o jogo, mas não consigo passar da parte 30 pois o meu jogo é diferente nesta fase, quando entrona sala que há uma passagem secreta e subo na escada para chegar na janela para abrir a porta pelo lado de fora reparei que no meu jogo o “cano” esta quebrado e não consigo chegar até a janela.
    nesta parte no meu jogo tenho a visão de uma roda d’água de ferro e no de vcs não.
    Como faço para passar????

    que angustia……..


  1. 1 Mais uma grande memória « 16-BIT Trackback em terça-feira, 03/04/2007 às 10:57 am
  2. 2 Cadê a Dona Graça no Resident Evil 4? « 16-BIT Trackback em quinta-feira, 15/11/2007 às 8:24 pm
  3. 3 Mais BioShock para as massas: Take-Two oficializa novo episódio da franquia - Continue » Trackback em quinta-feira, 13/03/2008 às 5:43 pm
  4. 4 2009: O ano do Colossus? - Continue » Trackback em quinta-feira, 07/08/2008 às 6:54 pm
  5. 5 [TUBE DO ANO] Project TRICO: embasbacantemente fenomenalesco vezes mil - Continue » Trackback em quarta-feira, 20/05/2009 às 1:11 am
  6. 6 Vitrine Virtual Qiofertas Trackback em sábado, 20/09/2014 às 6:01 pm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Fabio Bracht's Facebook profile

Meus Outros Blogs

Add to Technorati Favorites



Browse Happy logo


%d blogueiros gostam disto: